Garimpo

Categoria: Garimpo
Idade dos metais
20 de agosto de 2015
metais

Dos garimpos favoritos, as peças de metal tem espaço garantido no meu coração: são vintage como poucos itens pra mesa e ficam maravilhosos mesclados à porcelana. Quer combinação mais linda que um sousplat de cobre e uma bela louça antiga?

 

Claro que, fuçando bem, se consegue descolar peças novas de loja com um design diferente – mas o divertido é pensar que, curiosamente, as bacanas imitam desenhos antigos. Porque na vida é assim chérie, nada se cria, tudo se inspira.

 

Por isso sou fã do garimpo. Com poucas exceções, meus metais mais legais foram comprados em feiras de antiguidade e brechós. Se você não se importar com manchas, pequenos amassadinhos e arranhões (não tenho nenhum problema com isso, acho que traz ainda mais história à peça), consegue descolar itens antigos por um preço amigo. Se quiser um metal perfeito, sairá um pouco mais caro, mas vai por mim: é impressionante como torna a mesa muito mais interessante.

 

Para a limpeza de metais novos ou antigos, uma flanela macia e o tradicional “limpa metais” ou vinagre de vinho branco – este descobri recentemente e limpa super bem, sabia? Agora, é bom saber que todo o aspecto envelhecido, que são as manchas de oxidação, saem com estes produtos. Particularmente só uso em caso de extrema necessidade e, ainda assim, passando a flanela delicadamente.

 

E como todos os itens de mesa, a graça é namorar, pesquisar, ir comprando aos poucos, pensando em combinações com o que já existe em casa. Ah, e é claro, variedade é importante: itens de prata são super legais, cobre é um luxo. Assim, vai se formando, aos poucos, um armário de joias: é assim que trato o meu.

 

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.